Dois Anos Depois…( Cap11)

Muitos leitores desta página dividiram comigo as ânsias, sofrimentos e prazeres de uma história de amor que demorou aaaaanos para se concretizar.
Da primeira troca de olhares – em 1995 – até minha chegada à Espanha – em 2002 -muitos sonhos, muitas dores, muitos encontros e desencontros se passaram.
Neste mês comemoramos dois anos de convivência amorosa e feliz, com dois presentes.
O primeiro é que exatamente hoje, no primeiro dia de dezembro, formamos um “casal de fato.” Temos um documento que reza oficialmente: somos “una pareja de hecho”.

Champanha na geladeira! Tin.tin!
Mais uma vez o sol, que ontem brilhava dourado sobre os campos frios e cobertos de folhas, decidiu guardar os raios e deixar que a chuva e o vento cobrissem o meu monte.
Normal. Não é a primeira vez que chove sobre meu telhado em meus dias especiais e particulares.
Agora com todo direito que lhe cabe. O outono anda pelos últimos suspiros… até que no dia 21, chegue oficialmente o inverno.
Apesar de estarmos dispostos a viver juntos todas as estações, este ano vamos roubar um pedacinho do verão nordestino… e este é o segundo presente.
Estamos com data marcada para uma viagem ao Brasil. No dia 20 deste mês vamos comemorar com os amigos de Recife, além das festas de final de ano, o feliz resultado de nosso encontro.
Para marcar o dia de hoje e dividir minha alegria também com meus amigos do blog, publico um lindo poema de um bom poeta pernambucano, que diz exatamente o que eu venho dizendo a Olhos-de-Mar-Azul nesses dois anos juntos.
………………………

Dulcí­ssimo senhor, dono de meus amores,
escrevo esse poema docemente
assim como quem dorme, assim dormente,
a construir segredos sobre as flores
Traduzo deste sonho seu enredo
que se não sonho durmo, e o sono é nulo
pagando como um morto seu pecúlio
de ser fiel ao chão e amar seu medo
Mas gosto de viver, desde dezembro,
teu nome, tão mais forte do que chamo
incrivelmente puro, agudo acento,
Criando sobre o tudo o nada atento,
e o sonho é pouco menos do que amo
se estás ao meu redor enquanto lembro.

Waydson de Barros Leal
*foto de Margarida Delgado Casal

Anúncios
Categorias: Coisas de Amor | Tags: | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s