“Travesuras de la Niña Mala”…

de Mario Vargas Llosa
Estou lendo a novela. E estou absolutamente “atrapada” pela história.
A linguagem é fluida, rápida, natural. A descrição dos fatos de épocas convulsas em Paris, Lima, Londres, Tokyo ou Madri, mesclada com a construção detalhada dos dois personagens principais, entrelaçados numa relação de afeto apesar da contraposição de seus valores de vida e as histórias paralelas que se desenvolvem em torno desta relação, fazem da novela um entretenimento inquietante!
Avançar em seus capítulos nunca é prazeiroso, porque ainda não me explico muito bem (talvez nunca o consiga) como funcionam esses amores dolorosos, ambora já tenha vivido e me perdido dentro de um deles. Quem já não viveu?
(Paguei caro, mas superei. E estou aqui vivinha para contar, ou esquecer para sempre, a história.)
Talvez justo por isso Travessuras de uma menina má, traduzindo o título para o Português, é um livro fascinante para mim. Como mulher e como psicóloga.
Me vejo parando uma tarefa no meio do dia e buscando o livro só para tentar avançar mais um pouco. Quem sabe só para terminar de vez com ele, para livrar-me dos incômodos sentimentos que afloram…
E cada vez mais a imaginação do autor tem me surpreendido, revelando novas nuances da personalidade de suas criaturas, alargando o tempo, criando novas circustâncias, aprofundando o mergulho numa corredeira de tramas e me levando junto com a história.

A novela tem 375 páginas e eu estou aí pela 270, justo quando se descobre que ela inventou outra ela porque não podia suportar viver com o ela que de verdade ela era…
( Nada a ver com O Mundo de Sofia, onde quem inventou a outra foi outra pessoa, no caso, o pai da criatura. Lembram? Acho que foi isso. Sim! Sim! Outra boa novela para se ler. Anote aí! )
Pois sim…
Ainda há muito o que desvelar destas Travessuras… E ainda não sei a volta que isso vai dar.Vargas Llosa é bamba! Todo mundo sabe disso.
A crítica diz assim: ” Criando um admirável tensão entre o cômico e o trágico, Mario Vargas Llosa brinca com a realidade e a ficção para liberar uma história em que o amor se mostra indefinível, dono de mil caras, como a “niña mala”. Paixão e distância, azar e destino, dor e prazer… Qual é o verdadeiro rosto do amor?”
Tomara eu descubra o deles, ao final das 375 páginas…

Anúncios
Categorias: Baú de Cultura, Livros | Tags: , , | 5 Comentários

Navegação de Posts

5 opiniões sobre ““Travesuras de la Niña Mala”…

  1. Quero ler também, vou ver qual é o título na versão americana…

  2. Nora,
    Obrigada pelas palavras. Muito.
    A poesia está no mundo é de nós todos, por isso o Neruda escreveu aquela frase, penso. O poema fala dela, só isso. Todos a podem perceber.
    Beijos,
    Silvia

  3. Oie Norinha…
    Como foi o casório???Tem ftos pra gente ver.
    Um super bjão e ótimo findi amiga

  4. jorge

    Li o livro Travessuras da menina má, o que mais me chamou a atenção foram as descrições tão finas e delicadas que faz Vargas Llosa de seus personagens cito aqui a que mais me chamou a atenção.
    Na havia mudado muito naqueles quatro anos.Tinha o mesmo porte esbelto, bem formado com cintura estreita, pernas magrinhas bem torneadas e tornozelos finos e quebradiços de boneca. Parecia mais segura de si mesma e mais desembaraçada que antes,e balançava a cabeça no final de cada frase com uma displicência estudada. Tinha clareado um pouco o cabelo, agora mais comprido que em Paris e com umas ondas que eu não recordava; sua maquiagem era mais simples e natural que o estilo carregado de madame Arnoux.Estava com uma saia bastante curta, bem na moda, e com os joelhos à mostra e uma blusinha decotada que exibia seus belos ombros lisos e sedosos e destacava seu pescoço, gracioso pistilo rodeado por uma correntinha de prata com uma pedra preciosa, uma safira talvez, que com o movimento balançava travessa sobre a abertura onde assomavam seus seios empinadinhos.
    Nossa essa descrição é muito boa

  5. jorge

    so que na edição em português tem 302 paginas, vc tem que edição

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s