Carta aos Curumins…Os Nomes.(2)

Hoje é 29 de Agosto de 2016, Cartagena, Espanha (2)

Queridos Curumins…

Antes de começar a falar de nós, preciso explicar o que é um curumim. Aposto que vocês não sabem.
Curumim é um índio pequenito que ainda não recebeu um nome. E como eu ainda não sei seus nomes, me lembrei de um livro que li no Brasil, muito bonito, escrito por um índio txucarramãe, chamado Kaká Werá Jecupé. Eu o conheci pessoalmente em Recife, no Brasil, e ele me autografou seu belo livro. Um dia eu vou dá-lo à sua mãe. O título é lindo também: Todas As Vezes Que Dissemos Adeus.
todas-as-vezes-que-dissemos-adeusMe emocionei muito quando o li pela primeira vez. Quem sabe, eu tenha a oportunidade de lê-lo em voz alta para vocês, em Português, se a sua mãe tiver a paciência e a vontade de falar com vocês em seu idioma natal.

Pois então… os pequenos curumins recebem apelidos de acordo com algum traço de sua personalidade e só depois que eles crescem é que vão receber um nome de verdade. Dizem que o apelido é bom porque protege o nome dos maus espíritos. Então, eles o mantém antes do principal nome, que só virá depois e que tem o tom de sua música interior. Este só será descoberto pelos sábios da tribo em um ritual que comunga com os quatros elementos do planeta: terra, agua, fogo, ar. São eles que nomeam o curumim. Eu acho isso uma tradição bonita. Imaginem se a gente pudesse escolher o próprio nome com 10 ou 12 anos! Quanta gente se chamaria diferente daquele nome que foi escolhido pelos seus pais ou parentes, só porque eles achavam bonito. E quanta gente poderia se livrar de nomes feios ou inventados pelos loucos pais!

Ah! Vocês nem sabem o que os pais brasileiros são capazes de fazer com seus filhos quando escolhem seus nomes. Tem cada loucura!
Existem várias estórias engraçadas sobre isso. Mas acho que os donos dos nomes não achavam nada divertido. Imagine uma pessoa se chamar 123 de Oliveira 4. Ou outro Jacinto Leite Aquino Rego. Ou ainda Barrigudinha Seleida.
Não deve ser fácil carregar nomes assim por toda a vida, não é?
Quando sua mãe nasceu, não tinha ainda um nome escolhido. Eu pensava em Luana, mas não estava segura. Todos pensavam que seria um menino e que se chamaria Rodrigo. Ninguém a esperava. Só decidi seu nome quando olhei o rostinho sereno, sem agonia, mas de olhos bem abertos, sem chorar nem nada. Tão linda! O médico me pegou de surpresa quando perguntou ” Como se chama?” e eu respondi sem pensar “Carolina”. E acho que foi um bonito tom e combinou com a música dela. Significa “mulher doce”, ” mulher forte”, “mulher do povo”. O meu nome, Nora, significa “honra”. “Luz”
E vocês? Sabem que significam seus nomes? Tenho certeza que sua mãe e seu pai escolheram com cuidado. Espero que meus curumins tenham nomes que sejam como sua música interior. Cada um com seu tom.
Olha aí… essas cartas prometem. Eu que vinha com uma idéia completamente diferente para escrever, acabei ficando só nos nossos nomes. Algo deve ter de importante nisso. Talvez para que tenham claro de onde vocês vem e como eram os povos e as tradições brasileiras antes que os europeus chegassem…
Até breve, curumins. (Na língua Tupi, falada até hoje pelos índios brasileiros, não existe “até breve”. Mas existe “nos encontraremos”.)
Jajo topata …

Anúncios
Categorias: Cartas aos Curumins | 4 Comentários

Navegação de Posts

4 opiniões sobre “Carta aos Curumins…Os Nomes.(2)

  1. Ô curumim! quero esse livro emprestado!

  2. -você gostou da ideia? eu estou adorando.
    escrevia algumas coisas numa caderneta, mas resolvi botar no blog pois assim não as perderemos. que tal?

  3. norinha, que bom que vc está aqui…
    beijo enorme!!

  4. Onde você se sentir melhor, escreva Nora, escreva. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s