Posts Marcados Com: Jorge Luis Borges

As Coisas…

Ando pensando na vida, na morte, nos significados de ambos…
Ando por aí, refletindo sobre a impermanência das coisas… e descubro que elas ficam.
Nós é que vamos…

A bengala, as moedas, o chaveiro,a dócil fechadura, as tardias notas que não lerão os poucos dias que me restam,os naipes e o tabuleiro,um livro e em suas páginas a ofendida violeta, monumento de uma tarde, de certo inesquecível e já esquecida, o rubro espelho ocidental em que arde uma ilusória aurora.
Quantas coisas, limas, umbrais, atlas e taças, cravos, nos servem como tácitos escravos, cegas e estranhamente sigilosas!
Durarão muito além de nosso olvido: e nunca saberão que havemos ido.
(Jorge Luis Borges)

 

Numa tradução perfeita de Ferreira Gullar

Categorias: Outro Fala Por Mim, Poesia & BelosTextos | Tags: | 7 Comentários